Menor Aprendiz e Ponatec Menor Aprendiz 2015.

A oportunidade dos jovens e adolescentes que desde cedo se preocupam em crescer e desenvolver-se profissionalmente em uma determinada área especifica, é como uma grande vantagem na disputa que ocorre no mercado de trabalho. Pensando nisso o Ministério do Trabalho e Emprego criou um programa de aprendizagem, Jovem Aprendiz. Visto que a formação técnico-profissional de adolescentes e jovens resulta ampliações nas possibilidades de inserção no mercado de trabalho, garantindo o futuro promissor de cada jovem. Essa formação é disponibilizada em instituições qualificadas e responsáveis.

Posso ser um Menor Aprendiz 2015?

Para os adolescentes e jovens entre 14 a 24 anos, matriculado e que estejam frequentando a escola, caso não tenha concluído o ensino médio, e inscrito em algum programa de aprendizagem.  O contrato deverá conter, especificado, o curso, a jornada tanto diária, quanto semanal, a definição de horas teóricas e praticas a remuneração mensal e por fim o termo inicial e terminal do contrato. O tempo de contrato deve ser igual com o tempo de curso. Em caso de deficiência, a regra para o limite de idade não é válida para a contratação.

 O MenorAprendiz e a empresa

A empresa que beneficia o jovem aprendiz a contratará como, aprendiz de oficio, no mesmo período que é matriculado no curso profissionalizante de aprendizagem, responsáveis pela certificação.  O jovem terá uma jornada de trabalho entre 6 a 8 horas. Para os que ainda não concluíram o ensino fundamental, o máximo, permitido é de 6 horas de trabalho na sua carga horaria. Já para quem conclui o ensino fundamental, o máximo, é de 8 horas diária de atividades no trabalho. Entre alguns benefícios encontra-se ao direto a vale transporte que o Aprendiz recebe. É assegurado que o beneficiado receba vale transporte equivalente ao deslocamento de casa para o local de trabalho e vice-versa. Além disso, o jovem aprendiz tem direito a férias, 13º, FGTS, ou seja, os mesmos benefícios que os funcionários contratados adquirem.

Qual o salário de um Menor Aprendiz?

O salário mínimo-hora é garantido por lei para o menor aprendiz, observando-se, caso exista, o piso estadual. Caso ocorra algum acordo coletivo da categoria poderá garantir ao aprendiz um salário que ultrapasse o mínimo.  Além das horas de atividades praticas, deverão ser computadas as horas dos horários teóricos, o descanso semanal remunerado em feriados.

Onde encontrar vagas para Menor Aprendiz?

Ciee- No site do Ciee é possível se cadastrar e além do acesso as vagas, o estudante poderá fazer um curso online grátis.

Senai- Além de consultar empresas que são parceiras do Senai, o estudante poderá ter acesso as seleções promovidas pelo próprio Senai.

Caixa Econômica- É possível encontrar a lista das instituições que fazem a seleção de Jovem Aprendiz de banco.

Portal do Aprendiz Legal- Poderá esclarecer todas as duvidas sobre o programa Menor Aprendiz.