Jovem Aprendiz 2015

A oportunidade dos jovens e adolescentes que desde cedo se preocupam em crescer e desenvolver-se profissionalmente em uma determinada área especifica, é uma grande vantagem na disputa que ocorre no mercado de trabalho. Pensando nisso o Ministério do Trabalho e Emprego criou um programa de aprendizagem, Jovem Aprendiz. Visto que a formação técnico-profissional de adolescentes e jovens resulta ampliações nas possibilidades de inserção no mercado de trabalho, garantindo o futuro promissor de cada jovem. Essa formação é disponibilizada em instituições qualificadas e responsáveis.

Imagem:Divulgação

Imagem:Divulgação

Posso ser um Jovem Aprendiz 2015?

Para os adolescentes e jovens entre 14 a 24 anos, matriculado e que estejam frequentando a escola, caso não tenha concluído o ensino médio, e inscrito em algum programa de aprendizagem.  O contrato deverá conter, especificado, o curso, a jornada tanto diária, quanto semanal, a definição de horas teóricas e praticas a remuneração mensal e por fim o termo inicial e terminal do contrato. O tempo de contrato deve ser igual com o tempo de curso. Em caso de deficiência, a regra para o limite de idade não é válida para a contratação.

Pronatec / Imagem:Divulgação

Pronatec / Imagem:Divulgação

 O Jovem Aprendiz e a Empresa

A empresa que beneficia o jovem aprendiz o contratará como aprendiz de oficio, no mesmo período que é matriculado no curso profissionalizante de aprendizagem, responsáveis pela certificação.  O jovem terá uma jornada de trabalho entre 6 a 8 horas. Para os que ainda não concluíram o ensino fundamental, o máximo, permitido é de 6 horas de trabalho na sua carga horaria. Já para quem conclui o ensino fundamental, o máximo, é de 8 horas diária de atividades no trabalho. Entre alguns benefícios encontra-se ao direto a vale transporte que o Aprendiz recebe. É assegurado que o beneficiado receba vale transporte equivalente ao deslocamento de casa para o local de trabalho e vice-versa. Além disso, o jovem aprendiz tem direito a férias, 13º, FGTS, ou seja, os mesmos benefícios que os funcionários contratados adquirem.

Qual o salário de um Jovem Aprendiz?

O salário mínimo-hora é garantido por lei para o menor aprendiz, observando-se, caso exista, o piso estadual. Caso ocorra algum acordo coletivo da categoria poderá garantir ao aprendiz um salário que ultrapasse o mínimo.  Além das horas de atividades praticas, deverão ser computadas as horas dos horários teóricos, o descanso semanal remunerado em feriados.

Onde encontrar vagas para Jovem Aprendiz?

Ciee- No site do Ciee é possível se cadastrar e além do acesso as vagas, o estudante poderá fazer um curso online grátis.

Senai- Além de consultar empresas que são parceiras do Senai, o estudante poderá ter acesso as seleções promovidas pelo próprio Senai.

Caixa Econômica- É possível encontrar a lista das instituições que fazem a seleção de Jovem Aprendiz de banco.

Portal do Aprendiz Legal- Poderá esclarecer todas as duvidas sobre o programa Menor Aprendiz.

Imagem:Divulgação

Imagem:Divulgação

Benefícios para o Jovem Aprendiz

São muitos os benefícios que o jovem aprendiz tem direito por isto vale muito a pena aproveitar as oportunidades oferecidas. Veja agora os benefícios e saiba por que aproveitar este programa:

  • Direito a férias que deve ocorrer no mesmo período das férias da escola
  •  Remuneração de um salário mínimo vigente
  • Direito a 13° salário
  • Duração máximo de dois anos
  • Jornada de trabalho de até seis horas

Inscrições Jovem Aprendiz

Durante este ano muitas empresas abriram vagas com oportunidades para Jovem Aprendiz. Ao se tonar um integrante do Jovem Aprendiz, os jovens passam a contar com uma remuneração mensal, além de receberem outros benefícios, entre eles: vale-transporte, auxílio alimentação, seguro, assistência médica e odontológica, entre outros. Vale a pensa ressaltar que os benefícios variam de empresa para empresa. Por isto que é muito importante ler as instruções da vaga para qual o jovem está concorrendo. Ler todas as informações é necessário.

Diversas empresas que oferecem o programa Jovem Aprendiz, tem  parcerias com instituições de ensino profissionalizante, como o SENAI, SESC, PRONATEC entre outras. Os cursos profissionalizantes, garantem ao jovem aprendiz um melhor aprendizado, pois contará com uma infra-estrutura própria e professores qualificados.

Para saber se em sua cidade há inscrições abertas para o programa Jovem Aprendiz leia mais sobre sobre o assunto acessando aqui !

Dsop / Imagem:Divulgação

Dsop / Imagem:Divulgação

 

 

 

Menor Aprendiz 2013